N
N
Projections and Nav Modes
  • Normal View
  • Fisheye View
  • Architectural View
  • Stereographic View
  • Little Planet View
  • Panini View
Click and Drag / QTVR mode
Partager ce panorama
For Non-Commercial Use Only
This panorama can be embedded into a non-commercial site at no charge. Lire plus
Do you agree to the Terms & Conditions?
For commercial use, Contactez nous
Embed this Panorama
LargeurHauteur
For Non-Commercial Use Only
For commercial use, Contactez nous
License this Panorama

Enhances advertising, editorial, film, video, TV, Websites, and mobile experiences.

LICENSE MODAL

0 Likes

Teatro Veritas
Brazil

Variedade de espetáculos marca trajetória do grupo 


As instalações do Teatro Veritas inspiraram a formação do Grupo de Teatro Universitário Veritas, subsidiado pela Fundação Veritas e vinculado a Universidade do Sagrado Coração (USC). Em 1996, com a implantação do curso de graduação em Artes Cênicas, o grupo ganhou força, tanto na direção quanto no elenco que é formado, na grande maioria, por alunos do curso que têm na atividade mais um campo para formação profissional. 

Desde o inicio do curso de Artes Cênicas foram montadas as peças “Mahagonny” de Bertolt Brecht, em 1996, “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá” de Jorge Amado, em 1997, “Na Carrera do Divino” da autor Carlos Alberto Sofredini, em 1998, “Madre Clélia, um Século de Amor”, em 1999, uma adaptação da diretora do grupo Marly Bonome Vita, baseada em bibliografia de Madre Clélia Merlone, fundadora do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração (IASCJ) que é mantenedor da USC. 

Também em 1999, o grupo apresentou a peça “Contos em Cantos”, criada pelo próprio elenco. Neste mesmo ano, o grupo atingiu o 1.º lugar no concurso Mapa Cultural Paulista 1998/1999, realizado na cidade de Bauru. O concurso que é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo levou o grupo a ser convidado pela regional da Compania de Energia de São Paulo (Cesp) para montar um espetáculo sobre segurança no trabalho em usinas hidroelétricas. 

O espetáculo foi apresentado na abertura da Safety Conference que reuniu representantes de 46 países em setembro de 2000 no Mofarrej Shereton em São Paulo e obteve grande sucesso . Em 2000, o grupo exibiu a montagem de outro espetáculo “Bio Segurança” na abertura do 6.º Simpósio Internacional da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP), realizado em Bauru.

Ainda em 2000 e para abrir 2001, vieram os espetáculos ”AE Tietê”, criado pela diretora Marly Bonome Vita, ”Família Circo”, com argumento e roteiro de Marly Bonome Vita e da ex-aluna Madé Maurício, “Bio Segurança”, com roteiro também da diretora do grupo, ”Contos do Capiá” com roteiro de Madé Maurício, baseado na obra de Monteiro Lobato e ”Fragmentos da Peça Didática" de Bertolt Brecht. Além da apresentação de pequenas montagens como trabalhos de conclusão de disciplinas de direção teatral e exercícios das aulas de prática de ensino em Artes Cênicas.

Continuando 2001, veio a peça ”Contos do Capiá” baseada na obra de Monteiro Lobato. A peça foi montada para a Semana do Livro, promovida pela Secretaria Municipal de Cultura. A apresentação atingiu um enorme sucesso com apresentações no Teatro Municipal, em escolas da cidade e da região de Bauru. A peça também foi apresentada na Feira Nacional do Livro de Bauru, promovida pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Câmara Brasileira do Livro, Prefeitura Municipal, em parceria com a USC. No mesmo evento, o grupo apresentou a montagem do espetáculo “Fragmentos da Peça Didática” de Bertolt Brecht.Outra ação do grupo, são as ações educativas realizadas em parceria com a Polícia Militar de Bauru (PM) e com o Setor de Integração e Apoio ao Graduando da USC (Siag). A parceria com a PM resultou na apresentação do espetáculo “Celular X Trânsito - desligue essa idéia”, encenado no Teatro Vitória Régia de Bauru e a união às ações do Siag, promoveram a apresentação da peça “Doe Vida, doe Sangue”, apresentado nas atividades do projeto de cidadania desenvolvido pelo setor. O grupo também já realizou apresentações para arrecadar alimentos para entidades assistenciais.

Aprimoramento
Em 2001, o grupo de Teatro Universitário Veritas iniciou uma pesquisa de dramaturgia e encenação circence escolhendo o texto “Vem Buscar-me que ainda sou teu” de Carlos Alberto Soffredini. O trabalho desenvolvido na disciplina direção teatral, levou a analise da interdisciplinaridade no curso, a conquistas de prêmios em concursos teatrais e também a parceria com o projeto SESI/Universidades.A peça "Vem Buscar-me que ainda sou teu" estreou em 27 de agosto de 2002, após muito estudo, união do corpo docente e ensaios incansáveis. A estréia aconteceu no dia do Psicólogo e serviu como objeto de estudo e análise para a platéia de quatrocentos estudantes de Psicologia que debateram as questões encenadas relacionadas à psicologia das personagens.“Vem buscar-me que ainda sou teu” recebeu prêmios de melhor espetáculo em festivais Regionais de Teatro em Pederneiras e Botucatu. Em 2003, o espetáculo levou o grupo, já inscrito no convênio, a ser escolhido no projeto SESI/Universidades. 

Em 2003, a oportunidade levou USC a ser a primeira instituição privada a integrar o convênio SESI/Universidades que tem os objetivos de formar plateias e incentivarà formação de profissionais de Artes Cênicas integradi à ECA/USP e a Unicamp. 

O convênio levou o grupo ao circuito de apresentações nos Teatros do SESI em todo Estado de Pazulo. O espetáculo do Teatro Universitário Veritas foi visto nas cidades de Sorocaba, Santos, Mauá, Santo André, Rio Claro, Franca e Marília, somando um total de 16 apresentações e um público de três mil pessoas, segundo estatísticas do SESI. Também em 2003, o grupo apresentou o trabalho inédito no Real Circo Argentino que estava de passagem pela cidade de Cabrália Paulista.Ainda em 2003, do grupo se apresentou na segunda edição da Bienal do Livro de Bauru, no Circuito Paulista do Livro, realizado pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo em parceira com a Câmara Brasileira do Livro. No evento, alunos de Artes Cênicas montaram as oficinas na “Casa do Conto Infantil” para visitantes das escolas de Ensino Fundamental e Médio e apresentaram atividades desenvolvidas nas diferentes disciplinas do curso, prestigiando um público de dez mil visitantes. 

Em 2005, O convênio SESI/Universidades também levou o espetáculo "Sonho de uma noite de verão" para os palcos do interior paulista. A peça foi apresentada em oito salas de teatro do SESI e já foi assistida por oito mil pessoas.

Fonte: http://www.usc.br/arte_cultura/teatro.html

View More »

Copyright: Emilio Campi 360 Total
Type: Spherical
Resolution: 8080x4040
Taken: 22/04/2011
Chargée: 07/06/2011
Mis à jour: 11/03/2015
Affichages ::

...


Tags: teatro; veritas; usc; bauru; emilio campi; panotour
comments powered by Disqus
More About Brazil

Here's your soundtrack. Okay, maybe they're not exactly brazillian but their music is awesome and their live shows legendary.Now, Brazil covers almost half of South America and its Amazon rainforest is the world's largest jungle... which is rapidly getting cut down. The country is basically one giant botanical garden with some bangin' cities on its edges.Brazil was colonized in 1808 by the royal court of Portugal, which was fleeing Napolean's troops. They didn't stay long, and Brazil won its independence in 1822.Its biggest city, Sao Paulo, is the financial hub of South America. Brazil is the "b" in BRIC -- Brazil, Russia, India and China. These four were labeled the world's fastest developing large economies in the year 2001.Brazil is known for three things: amazingly beautiful women, carnival, and Pele -- King of Football, Athlete of the Century, football ambassador of the world and a declared national treasure.Brazillians can tell foreigners a mile away, by the way their hips move. Samba is built into the soul of brazil and carnival is when it bursts out into twenty-four hour undying explosions of sound on every street.This picture of mask diving at the Taipus reefs makes me shed hot and salty tears all over my calendar, which is set on "January" right now.Text by Steve Smith.