Elvas Aqueduct
condividi
mail
License license
loading...
Loading ...

Foto panoramica di Adelino Chapa Scattata 10:30, 30/08/2011 - Views loading...

Advertisement

Elvas Aqueduct

The World > Europe > Elvas, Portugal

  • mi piace / non mi piace
  • thumbs up
  • thumbs down

O aqueduto de Elvas começou a ser construído em 1537, por ordem do Rei D.João III de Portugal, para melhorar o abastecimento de água à cidade de Elvas. Após vários precalços e atrasos, a obra foi inaugurada em 1622. É o maior aqueduto da Península Ibérica, com cerca de 8 km, desde a captação da água na fonte da Amoreira, até ao fim no Largo da Misericórdia cidade de Elvas, Esta magnífica obra, tem no início, cerca de 1367 metros de galerias subterrâneas, tem 843 arcos com mais de 5 arcadas e torres de 31 metros.

comments powered by Disqus

Immagini nelle vicinanze di Elvas, Portugal

map

A:

di Vitor Rei, 70 metri di distanza

B: Elvas cidade fortificada

di Vitor Rei, 700 metri di distanza

Elvas cidade fortificada

C: Elvas Castelo 2

di Vitor Rei, 1.0 km di distanza

Elvas Castelo 2

D:

di Vitor Rei, 1.0 km di distanza

E:

di Vitor Rei, 1.1 km di distanza

F:

di Vitor Rei, 1.1 km di distanza

G:

di Vitor Rei, 1.2 km di distanza

H:

di Vitor Rei, 1.3 km di distanza

I: Juromenha castle wall

di pau valiente, 16.6 km di distanza

Juromenha castle wall

J: Juromenha castle wall

di pau valiente, 16.7 km di distanza

Juromenha castle wall

Questo panorama è stato scattato in Elvas, Portugal

Questa è una vista generale di Elvas, Portugal

The site, extensively fortified from the 17th to 19th centuries, represents the largest bulwarked dry-ditch system in the world. Within its walls, the town contains barracks and other military buildings as well as churches and monasteries. While Elvas contains remains dating back to the 10th century ad, its fortification began when Portugal regained independence in 1640. The fortifications designed by Dutch Jesuit padre Cosmander represent the best surviving example of the Dutch school of fortifications anywhere. The site also contains the Amoreira aqueduct, built to enable the stronghold to withstand lengthy sieges.

UNESCO

Condividi questo panorama